0800-717-7728
Seg-Sex 8:00h as 20:00h
Sáb 8:00 as 14:00

Saiba como usar bem o 13º salário

Saiba como usar bem o 13º salário

Todo trabalhador com carteira assinada, pensionista do INSS ou aposentado sabe: chega o fim de ano e com ele o 13º salário. Esse dinheirinho extra, tão esperado por muitos, é garantido pela CLT, Consolidação das Leis do Trabalho, e pode ser uma salvação para quem está precisando de dinheiro.

Seja esse ou não o seu caso, planejar o que fazer com seu 13º é fundamental para não vê-lo desaparecer tão rápido quanto chegou na sua conta. É por isso que no post de hoje separamos algumas ideias de como usar bem o 13º salário! Quer saber mais? Continue lendo!

Pague suas dívidas para usar bem o 13º salário

Para quem tem dívidas, não há dúvidas! O 13º deve ser destinado para quitá-las e se ver livre do sufoco. Isso porque dívidas em atraso acumulam juros.

Mas lembre-se: é importante fazer um planejamento financeiro, listando tudo que você ganha com tudo que deve, e fazer uma lista de prioridades com aquelas dívidas com juros maiores. Cartões de crédito e cheque especial devem ser uma prioridade nesse momento.

Reserve para os impostos do início do ano

Se com o fim de ano vem um dinheirinho extra do 13º, no início do ano seguinte já sabemos que chegará a hora de pagar impostos, como IPVA e IPTU, matrículas de escolas ou faculdades e material escolar para os filhos.

Por isso, para quem está com a situação financeira apertada e quer usar bem o 13º salário, deve separar o dinheiro para pagar esses débitos para começar o ano sem nenhuma dívida.

Evite fazer compras por impulso

Pode parecer tentador comprar aquela TV ou aqueles produtos de comerciais os quais você tanto sonhava. Mas será que você realmente precisa deles nesse momento ou pode arcar com esse gasto?

Por isso, evite fazer compras por impulso para usar bem o 13º salário. Fuja de promoções relâmpagos e pesquise bem antes de fazer qualquer aquisição. Mais importante, entenda se sua situação financeira permite isso neste momento e se não há outras prioridades para as quais você deve destinar seu 13º.

Guarde o dinheiro e comece uma reserva de emergência

Se você não tem dívidas, está com nome limpo e não precisa comprar nada urgente, guardar seu 13º e começar uma reserva de emergência é a melhor forma de usar bem o 13º salário e se manter tranquilo financeiramente no futuro.

A reserva de emergência é um dinheiro que poderá ser usado caso você perca o emprego ou tenha qualquer outro tipo de imprevisto. É interessante que ela tenha uma quantia que seja equivalente ao que você precisa para sobreviver durante 6 meses.

Caso você já tenha começado sua reserva, juntar o dinheiro do 13º para fazer uma viagem ou trocar de carro no futuro também é uma ótima ideia. Dessa forma, você poderá fazer essas compras à vista, o que sem dúvidas vai te ajudar a economizar e conseguir alguns descontos.

 

Leia mais

4 canais de economia no Youtube para acompanhar

Restituição do imposto de renda: como funciona?


Qual valor do seu empréstimo?
R$
Em qual prazo?
días
Valor do empréstimo
R$
Data do último pagamento
Parcela mensal
R$

Informações adicionais do produto: o prazo de pagamento mínimo é de 3 meses e o máximo de 12 meses e o Custo Efetivo Total (CET) pode variar de 294% a 5050% ao ano. Exemplo: Empréstimo de R$3.000,00 para pagar em 12 meses. Total de 12 parcelas de R$487,38 com valor total a pagar de R$5.848,56; IOF de R$11,20; tarifa somente para o primeiro empréstimo de R$79,00; taxa de juros de 11,7% a.m.; taxa de juros anual de 621,38% a.a. e CET de 277% a.a.