Como criar uma reserva de emergência

Doença, perda de emprego, reparos domésticos, conserto de carros… Há tantas coisas que podem abalar sua vida financeira. E a pergunta importante é: você está preparado para lidar com eles?

Comece uma reserva de emergência e você não terá com o que se preocupar. Mas se você acha essa tarefa muito difícil, abaixo te damos algumas dicas de como criar sua reserva para situações inesperadas!

  1. Decida quanto você gostaria de salvar

R$1.000, o total para três meses de despesas, um ano de salário: há muitas opiniões sobre quanto dinheiro você deve investir em uma reserva de emergência, mas a única opinião que importa é a sua.

Pergunte a si mesmo o quanto você precisaria ter guardado para se sentir seguro e calcule o quanto você deverá economizar por mês para conquistar esse objetivo.

Se a quantia escolhida for baseada em um determinado número de meses de despesas, avance para o passo 2. Se a quantia escolhida for um valor específico em reais, pule para a etapa 3.

  1. Calcule suas despesas mensais

Faça uma lista de todas as suas despesas mensais regulares — custos de moradia, alimentação, serviços públicos, pagamentos de dívidas, custos de transporte, seguro e todas as suas outras contas “obrigatórias”.

Você pode usar uma planilha ou mesmo um caderninho. Em seguida, some suas despesas mensais e multiplique o valor resultante pelo número de meses que você escolheu na etapa 1.

Por exemplo, se precisar cobrir R$1.500 em despesas mensais por três meses, será necessário reservar R$ 4.500 em sua conta para a reserva de emergência.

  1. Abra uma conta para sua reserva de emergência

Depois de determinar o quanto você precisa economizar, é hora de decidir onde ficará o seu dinheiro. Uma vez que você deseja que sua reserva de emergência permaneça razoavelmente acessível, uma conta poupança ou investimentos de curto prazo fazem muito sentido.

Qualquer uma dessas contas lhe dará a liquidez (possibilidade de usar o dinheiro facilmente se precisar) de que você precisa, enquanto ainda ganha alguma coisa em juros.

  1. Determine quanto você pode economizar

Se você é como a maioria das pessoas, vai levar tempo para construir sua reserva de emergência — provavelmente até mesmo muito tempo.

Tudo bem. O importante é que você comece hoje. Examine suas finanças e determine o quanto você pode dar ao seu fundo de emergência a cada mês.

Mesmo R$100 por mês vai ajudar, então não se preocupe se isso for tudo o que você puder fazer. Aproveite e configure depósitos automáticos, agendando-os para a sua reserva de emergência.

  1. Encontre maneiras de aumentar seus esforços

Dê uma olhada criativa em suas finanças e você encontrará maneiras de alcançar sua meta de poupança mais rapidamente.

Aqui estão algumas fontes que devem ajudar:

E se precisar de ajuda para colocar as finanças em dia, faça uma simulação de empréstimo pessoal online sem burocracia e veja como essa grana extra pode te ajudar!