Cobrança indevida: o que fazer?

Cobrança indevida o que fazer

Você chega em casa, abre os boletos que chegaram pelo correio e tem uma surpresa: o valor de um deles está errado ou você nem mesmo reconhece aquela dívida junto ao cobrador.

É isso que chamamos de cobrança indevida. E para que você não caia em nenhuma cilada que possa comprometer sua situação financeira, abaixo explicamos o que fazer e como lidar com esses casos! Acompanhe conosco:

Afinal, quando ocorre uma cobrança indevida?

A cobrança indevida é quando uma empresa te envia um débito que você não reconhece como seu. Ou seja, você não foi o responsável por gerar aquela dívida, mas ainda assim é cobrado por ela.

É preciso cuidado com essas situações, pois qualquer sistema ou empresa está sujeito a erros e você pode acabar pagando por aquilo que não deve. Também, existem casos em que uma cobrança indevida é feita por má fé e você deve ter atenção para não cair em um golpe.

Uma cobrança indevida pode ocorrer com qualquer tipo de serviço, mas elas são mais comuns em alguns casos específicos, como:

  • Tarifas de telefonia: poucas pessoas têm o hábito de conferir cada cobrança nas suas faturas de telefonia. Entretanto, cobranças indevidas nesses serviços são bem comuns;
  • Serviços bancários: você olha o extrato da sua conta checando todas as taxas de serviços que estão sendo descontadas dela? Talvez seja a hora de começar;
  • Cartão de crédito: erros no cartão de crédito são mais raros, contudo, há muitos criminosos que clonam cartões, e você deve conferir cada gasto para reconhecer cada compra como sua.

Como lidar com uma cobrança indevida?

Muitos ainda não sabem bem o que fazer e acabam pagando o valor indevido pelo medo da burocracia. Mas seja qual for o seu caso, é preciso tomar medidas imediatas para que seu nome não acabe sujo por causa de uma dívida que não é sua.

Veja quais são elas abaixo:

Guarde todos os seus comprovantes

Antes mesmo de esperar que uma cobrança indevida aconteça com você, você pode tomar algumas providência que vão te resguardar em uma eventualidade. Como por exemplo guardar os comprovantes de compras e contratos dos serviços contratados.

Assim, você terá provas daquilo que realmente consumiu, servindo como proteção no caso da cobrança de algum valor diferente do que foi consumido.

Confira seus débitos regularmente

Outra dica é checar seus débitos com regularidade. Para isso, é importante que você faça seu controle financeiro, anotando todos os seus gastos em uma planilha ou aplicativo. Dessa forma, antes mesmo das cobranças chegarem, você já saberá exatamente aquilo que deve.

Também é importante acompanhar o extrato das suas contas bancárias e checar cada gasto das suas faturas de telefonia, TV a cabo, internet e cartões de crédito.

Entre em contato com a empresa credora

Na eventualidade de receber uma cobrança indevida, você deverá entrar em contato com a empresa credora imediatamente. Tenha a fatura em mãos e seus comprovantes para deixar claro que você não reconhece aquele débito ou que ele ultrapassa algum dos limites determinados em contrato com aquela empresa.

Lembre-se de perguntar como será o procedimento, se haverá a emissão de um novo boleto ou a restituição pelo que for pago indevidamente. E o mais importante: anote todos os dados do contato, como data, nome do atendente e protocolo, para que você possa ter registro do que for acordado com a empresa.

Ninguém gosta de ser cobrado por uma dívida que não é sua, mas é preciso manter a calma e procurar resolver o quanto antes, e da melhor forma possível.

 

Leia Mais

Rotativo do cartão de crédito: conheça as novas regras

Pagar suas contas em dia: saiba porque você deve fazer isso!