Vantagens e desvantagens de ser CLT ou autônomo

Vantagens e desvantagens de ser CLT ou autônomoO desemprego está em alta e, com isso, muitos brasileiros têm considerado a opção de trabalhar como autônomo. Embora tenha muitas vantagens, essa solução pode não ser a melhor para todo mundo.

Antes de fazer sua escolha, é preciso pensar quais as vantagens e desvantagens de ser assalariado, trabalhando com CLT ou ser autônomo.

Para te ajudar nessa, explicamos a diferença entre os dois e o que você precisa para fazer uma escolha consciente! Vamos lá?

Trabalhando como CLT: vantagens e desvantagens

A CLT, Consolidação das Leis Trabalhistas, é o conjunto de leis que protege todo empregado, ou seja, aquele que trabalha em regime regular a um empregador, sob dependência deste e mediante o recebimento de salário — daí também o nome de assalariado.

Quem é assalariado com a carteira assinada, portanto, tem direito a diversos benefícios garantidos pela CLT. Entre os principais deles, podemos citar:

  • Férias de 30 dias por ano;
  • Pagamento de salário garantido;
  • Décimo terceiro;
  • Licença maternidade ou paternidade;
  • Aviso prévio em caso de demissão sem justa causa;
  • Pelo menos uma folga semanal sem descontos;
  • Direito ao seguro desemprego;
  • Entre outros.

Por outro lado, quem trabalha pela CLT também tem obrigações diante de seu empregador que, para muitos, podem ser taxadas como desvantagens.

Isso inclui o comprimento de 40 horas semanais (dependendo da categoris), ter que atender regras da empresa, como horário e vestimenta adequada, descontos em folha de pagamento devido aos impostos que chegam a 27,5% do salário e o deslocamento diário até o local da empresa onde trabalha.

Trabalhando como autônomo: vantagens e desvantagens

Já quem é autônomo possui duas opções: trabalhar como Profissional Liberal ou abrir seu próprio CNPJ. Nos dois casos, você possuirá obrigações legais que deverá cumprir junto aos órgãos competentes, incluindo o pagamento de impostos.

A tributação variará de acordo com sua escolha, mas podemos citar o recolhimento do ISS pela Prefeitura da sua cidade, Previdência Social, PIS, entre outros. Isso além da declaração de Imposto de Renda que deverá fazer para você e seu negócio.

Parece que trabalhar como autônomo só tem desvantagens, certo? Errado. Tudo isso vem com a possibilidade de ser seu próprio chefe e, portanto, fazer as próprias regras e horários. Além do mais, você tem a possibilidade de investir em um negócio que realmente ame.

Contudo, vale dizer que com isso também vem muita responsabilidade. Você não terá acesso à mesma segurança que os benefícios garantidos pela CLT oferecem. Se adoecer e não puder trabalhar, não terá direito às faltas remuneradas, por exemplo, e ficará sem receber.

A administração da empresa ficará sob sua responsabilidade. Isso pode ser considerado vantagem pois é uma possibilidade de ter total controle sob seus ganhos e poder ganhar mais, ou uma desvantagem para outros, que não se sentem preparados para assumir as responsabilidades da gestão de uma empresa.

O que é melhor: CLT ou autônomo

Como falamos no início, não há uma resposta certa para todo mundo. Escolher entre ser um profissional assalariado sob o regime da CLT e ou autônomo depende dos seus objetivos e do que considera mais vantajoso para seu estilo de vida.

Seja qual for sua escolha, o MoneyMan oferece empréstimos para os dois casos, seja para te ajudar a controlar as finanças pessoais sem depender totalmente do seu salário ou para investir no seu pequeno negócio.