Construindo uma reserva de emergência

Construindo uma reserva de emergênciaSurpresas financeiras não devem fazer você ficar nervoso. Por isso, todos devemos ter uma reserva de emergência em uma poupança. Mas não se preocupe! Se você ainda não tem a sua, nunca é tarde para começar a juntar aquela grana.

Naturalmente, as despesas não planejadas acontecem diversas vezes, então, quanto mais cedo você estiver preparado, melhor será quando ocorrer o inevitável. Evite que despesas ou eventos inesperados o levem a uma ruína financeira. Crie seu fundo de emergência seguindo estas dicas:

O que é uma reserva de emergência?

Uma reserva de emergência é uma conta bancária com dinheiro reservado para cobrir grandes despesas inesperadas, como um conserto no carro, reforma, ou uma crise financeira, como perda de emprego ou grandes contas médicas. Ela é um dos passos principais para conseguir sua independência financeira.

A tranquilidade financeira que uma reserva de emergência oferece não tem preço. Ela pode manter suas finanças sob controle em um momento de necessidade sem ter que confiar em cartões de crédito.

Quanto devo economizar e onde guardar?

A resposta depende das suas circunstâncias financeiras, mas uma boa regra é ter o suficiente para cobrir de três a seis meses de despesas de vida. Se você perder o emprego, por exemplo, você poderia usar o dinheiro para pagar as necessidades, enquanto você encontra um novo, ou os fundos podem complementar seu seguro desemprego.

Como uma emergência pode surgir a qualquer momento, ter acesso rápido é crucial. Mas a conta deve ser separada da conta bancária que você usa diariamente, para que você não fique tentado a mergulhar em suas reservas.

Uma conta de poupança que gere rendimentos é um bom lugar para o seu dinheiro. Além de seguro, o dinheiro é corrigido e você pode acessá-lo rapidamente quando necessário.

Como faço para construir uma reserva de emergência?

Para começar, você pode seguir os passos abaixo:

  1. Defina um objetivo de poupança mensal. Isso vai levá-lo ao hábito de economizar regularmente e tornará a tarefa menos assustadora. Uma maneira de fazer isso é transferindo automaticamente fundos para sua conta poupança cada vez que você for pago;
  2. Fique com o troco. Quando você recebe R$1 ou R$5 de troco depois de pagar R$20, separe esse dinheiro em um cofrinho. Quando a quantia estiver alta, mova-o para sua conta de poupança;
  3. Tire da sua conta corrente. Se sobrou dinheiro no final do mês, mova alguns reais para o seu fundo de emergência;
  4. Se não houver dinheiro, reduza as despesas. Veja quais partes de suas despesas mensais você pode cortar, então você terá dinheiro restante para construir sua reserva. Algumas maneiras de economizar incluem o uso de caronas, cozinhar mais refeições em casa e evitar pequenas compras diárias;
  5. Obtenha renda complementar. Se você tiver tempo e força de vontade, busque formas de gerar uma renda extra como obter um segundo emprego ou vender itens não utilizados de casa para acumular mais dinheiro para a sua reserva;
  6. Avalie e ajuste as contribuições. Verifique depois de alguns meses para ver o quanto você está economizando e ajuste se precisar adicionar mais. Isto é especialmente importante se você passar por um evento de vida importante e caro, como casamento ou mudança para uma nova cidade, ou tenha uma emergência que faça com que use sua reserva existente.

E você, pronto para começar sua reserva? Siga nossas dicas e nunca mais entre no sufoco!